Please reload

Posts Recentes

7 dicas para discutir o relacionamento de forma saudável

 

Quem aí nunca discutiu a relação? Acredito que todo casal já tenho tido pelo menos uma – das famosas - DR’s. Seja entre “ficantes”, namorados ou casados, essas conversas sempre acontecem. E o motivo quase sempre é o mesmo: as diferenças.

 

Cada um tem uma opinião diferente sobre algo e parece que nada é capaz de fazer com que vocês entrem em um acordo. Mas será mesmo que você deve concordar com o outro em tudo? Que tal aprender a lidar com as diferenças e ter um relacionamento mais tranquilo e saudável?

 

Nesse texto trarei algumas dicas que irão ajudar você e seu parceiro ou parceira a discutirem a relação sem que isso gere brigas ou discussões. O objetivo é fazer com que a comunicação fique mais clara e que vocês possam, juntos, encontrar uma saída para os problemas, sem deixar que as discordâncias atrapalhem a relação.

 

Então vamos lá!

 

A primeira coisa que preciso dizer a você é que estar em um relacionamento não faz com que você deixe de lado suas experiências e opiniões. Você não pode e nem deve abandonar seus valores para concordar com seu parceiro ou sua parceira o tempo todo. É claro que haverá momentos em que você irá mudar de ideia e decidirá por mudar suas opiniões e expandir seus horizontes. Mas isso nunca deve acontecer para agradar ao outro. O respeito é fundamental em uma relação a dois. E esse respeito deve existir entre vocês e, principalmente, consigo mesmo.

 

Agora, sabendo disso, ainda assim é inevitável que as divergências ocorram.

 

Vamos imaginar a seguinte cena: um casal termina de almoçar. Ambos arrumam a mesa, levam os pratos à pia e a mulher sugere: “amor, vamos lavar a louça e já deixar a cozinha arrumada? Ele rebate: “ah não amor, vamos fazer isso depois. Quero descansar agora. ”

 

Você percebe que isso pode ser o suficiente para gerar uma grande discussão?

 

Não há certo e errado nessa história, não há nenhuma regra que diz a hora exata que se deva arrumar a cozinha após uma refeição. Mas há uma grande chance que a mulher fique irritada pela postura do homem, entendendo que sua atitude está errada. E o homem talvez pense que ela é muito metódica e rígida demais.

 

É claro que esse exemplo bobo foi apenas para ilustrar que as diferenças existem e elas podem ser motivo de muitas brigas, que acabam desgastando os relacionamentos. E essas diferenças podem ser pequenas, como relatado aí em cima, mas também podem ser mais significativas. Como diferentes crenças, opiniões políticas e visões sobre o futuro.

 

E aí, como lidar com essas diferenças?

 

 

Converse abertamente sobre os problemas

 

É claro que todo casal tem problemas. O que muda é a forma como cada um lida com eles. Por isso, fale abertamente sobre o que te incomoda. Não guarde mágoas, não finja que algo está bem quando na verdade não está e não espere que o outro “adivinhe” suas frustrações. Seja franco, se abra e converse sobre o que está te perturbando.

 

Esteja disposto a ouvir

 

Mas ao falar, esteja disposto também a ouvir o ponto de vista do outro. Escute atentamente, pense sobre o que outro está falando, busque ver através dos olhos dele. Só assim há diálogo, senão será apenas um monólogo.

 

Respeite as diferenças

 

Mesmo conversando e estando aberto a ouvir, as diferenças continuarão existindo. E nem sempre vocês irão concordar em tudo, e está tudo bem. Vocês podem e devem ter visões diferentes sobre as coisas, até porque vocês são pessoas diferentes.

 

Saiba quando e onde conversar

 

Não aja por impulso! Quando algo que o outro fizer te perturbar, espere o melhor momento para trazer isso à tona. Não tente resolver os problemas em uma festa, com outras pessoas ouvindo ou quando estiver de cabeça quente. Seja respeitoso com você e com o outro e busque discutir as diferenças quando estiverem sozinhos e mais tranquilos. Isso permitirá que haja mais escuta e mais respeito.

 

Evite competir

 

Não fique competindo para ver quem tem razão. A ideia é encontrar uma solução boa o suficiente para os dois. Quando há disputa de poder, quem perde sempre é a relação.

 

Não fique remoendo o passado

 

Não use os erros do passado como argumento para justificar suas opiniões. Se algo que aconteceu lá atrás ainda te incomoda, sugiro que busque resolver a questão pontualmente. Agora, se isso surge apenas como uma forma de “ganhar” a discussão, isso não é nada saudável. Deixe o passado para trás e busque pensar como vai ser dali para frente. Relembrar mágoas passadas só irá gerar mais brigas e menos soluções para a conversa de vocês.

 

Encontre soluções possíveis

 

Busque resolver os problemas! Não fique apenas apontando dedos e evidenciando as diferenças que existem entre vocês. Elas já estão bem claras e são o motivo de vocês estarem ali conversando. Por isso, seja prático. Pense em soluções possíveis em que ambos se sintam respeitados e confortáveis.

 

Quando há respeito e aceitação, é possível conversar sobre tudo sem que isso gere brigas e desgaste a relação.

 

 Espero que essas dicas ajudem você a ter um relacionamento mais saudável. E claro, fique à vontade para desenvolver seus próprios métodos. Cada casal, com o tempo, irá encontrar a melhor forma de lidar com suas diferenças. O que importa é estar bem com a relação e acreditar que a mudança é possível, sempre caminhando juntos com amor, parceria e respeito.

Share on Facebook
Share on Twitter
Clique aqui se gostou do texto!
Please reload

Siga
Procurar por tags