• Psicóloga Cecília Weiller

Por que nos sentimos tristes?


Bom, porque a tristeza faz parte da vida e é completamente normal – e saudável – experienciar sentimentos de tristeza ao longo da vida.

Agora, a pergunta mais importante é: como lidar com a tristeza?

Você já deve ter percebido que a tristeza faz parte da vida, então o jeito é aprender a lidar com ela. Quem já experimentou a sensação de felicidade, certamente, já ficou triste também – até porque uma não existe sem a outra.

O segredo para uma vida saudável é estar sempre em busca do equilíbrio. Felicidade e tristeza caminham juntas, o excesso de uma ou de outra nos indica que algo que não está em pleno funcionamento.

Para se sentir mais feliz, é importante saber reagir aos momentos de baixo-astral. O primeiro passo para isso é entender que a tristeza é uma resposta natural a situações de perda ou de frustrações. Quando perdemos um emprego ou levamos um pé na bunda, é normal nos sentirmos tristes e desanimados. O problema é quando, junto com a tristeza, vem a culpa.

Vivemos em uma época em que a felicidade constante é praticamente um dever de todos. Para observar isso é só clicar no ícone do Instagram aí na tela do seu celular. Alguém parece triste? Não, né? Pois é, essas pessoas até podem estar vivendo momentos ruins em suas vidas, mas ninguém fala sobre isso ou, ao menos, deixa transparecer.

Evitar a tristeza tem se tornado um objetivo tão perseguido que está gerando uma sociedade incapaz de lidar com suas próprias dores. O problema dessa negação toda é que acabamos desaprendendo a lidar com nós mesmos. Ao vivenciar sentimentos negativos, experienciamos raros momentos de reflexão e autoconhecimento. Ao apenas valorizar a felicidade, não olhamos para nossas dores e deixamos de viver etapas importantes do nosso desenvolvimento. Até porque, através desses momentos de introspecção é que podemos nos conhecer melhor e ter clareza das possíveis atividades que nos dão prazer, isto é, que nos fazem felizes. Ou seja, não saber lidar com a tristeza e buscar a felicidade a todo custo acaba gerando um efeito inverso: nos distanciamos cada vez mais de nós mesmos e do que realmente nos faz feliz.

Para lidar com a tristeza, então, precisamos aprender que ela faz parte da vida e, assim como tudo é cíclico, ela tem fim. Tristeza e felicidade caminham juntas e nenhuma delas dura para sempre. Ao respeitar isso e dar espaço às nossas dores, teremos uma vida mais leve e livre de cobranças e expectativas irreais. Está tudo bem não estar bem de vem em quando, ok?

Agora, se essa tristeza já dura algum tempo, ela é incapacitante, ou seja, te impede de seguir com suas atividades normais, você se sente irritado e ansioso com frequência e está tendo dificuldades para dormir, talvez seja o momento de buscar ajuda.

DEPRESSÃO NÃO É A MESMA COISA QUE TRISTEZA.

Ficou com alguma dúvida? Escreve pra mim! 😊

#tristeza #felicidade #depressão #ansiedade #psicólogasãopaulo #psicologiamoema #psicólogamoema #sentimentos #saúdeemocional

30 visualizações

SOBRE O SITE

A objetivo do site é contribuir com informações sobre psicoterapia, psicologia, bem estar e saúde emocional.

Seja muito bem-vindo, espero que aqui você conheça um pouco mais sobre o meu trabalho e encontre o caminho para o que há de melhor em você.

LINKS

CONTATO

Psicóloga Cecília Weiller

Avenida Rouxinol, 1041 - Moema | São Paulo - SP

 (11) 97355-5467

wb.ceci@gmail.com

REDES SOCIAIS

  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza

© | CRIADO POR CECÍLIA WEILLER | PSICÓLOGA CECÍLIA WEILLER | MOEMA | CLINICA PSICOLOGIA |  ATENDIMENTO PSICOLOGICO | PSICOTERAPIA ADULTO | PSICOLOGIA | 2017 |